A questão do imperialismo

João Carlos Medeiros de Aragão

Resumo


Este Artigo inicia conceituando o novo Imperialismo como fenômeno econômico apoiado em duas teorias: a marxista e a liberal. Afirma que, até hoje, há os que defendem o entendimento de que Imperialismo e Imperialismo Econômico são sinônimos. Em seguida, aponta origens teóricas do Movimento, que se baseiam precipuamente nos princípios e nas doutrinas de Lênin, Karl Marx, Thomas Malthus, Stuart Mills, Hobson, Adam Smith dentre outros. O Trabalho se vale dessas teorias sobre Imperialismo para contestar a ingenuidade dos enfoques e as suas validades lógica e empírica. Conclui com o viés sociológico imprimido ao assunto pelo sociólogo Joseph Schumpeter.

Texto completo:

Texto Completo


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/prismas.v1i1.152

ISSN 1809-9602 (impresso) - ISSN 1808-7477 (on-line) - e-mail: rochaalice@yahoo.com.br

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia