A influência do Toyotismo na reestruturação do sistema capitalista: uma análise gramsciana - doi:10.5102/uri.v7i2.986

Joao Paulo Santos Araujo

Resumo


Este artigo tem como preocupação a análise do modelo produtivo Toyotista no mundo pós-Fordista. A intenção é provar que o modelo, desde a sua origem, tem características semelhantes às que deram origem ao Fordismo nos Estados Unidos e foi fundamental na substituição deste em sua decadência pelo modelo pós-Fordista. O estudo retrata a influência de tal modelo sobre aspectos sócio-culturais, políticos e econômicos na sociedade japonesa e, posteriormente, a replicação de seus elementos além das fronteiras do Japão. Além disso, o Toyotismo é aqui apresentado como o modelo que reestruturou o sistema capitalista e o manteve como sistema de acumulação vigente e a base da flexibilização da era pós-Fordista. Para isso, utilizarei as idéias de Gramsci como base teórica para a discussão por acreditar que a preocupação do mesmo com a extensão das transformações dentro do ambiente de trabalho se estendem às esferas sociais, políticas e econômicas da sociedade. A análise feita pelo autor sobre o Fordismo estadunidense servirá de alicerce para a abordagem do Toyotismo e suas consequências nestas esferas. O escrutínio aborda elementos produtivos, mudanças e características do trabalhador e a influência dessas mudanças nas políticas de governo. O ponto de partida para a análise é o Fordismo nos Estados Unidos e o nascimento de um novo sistema de acumulação por este modelo ser o predecessor e a base do Toyotismo japonês. Em seguida, o declínio do modelo e a crise de rigidez serão postos em foco para, por fim, apresentar o Toyotismo, a flexibilização da produção e as mudanças que o modelo trouxe ao sistema produtivo e social no mundo.

Palavras-chave: Toyotismo, Fordismo, modo de produção, flexibilização da produção.

Palavras-chave


Palavras-chave: Toyotismo, Fordismo, modo de produção, flexibilização da produção.

Texto completo:

Texto Completo


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/uri.v7i2.986

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1807-2135 (impresso) - ISSN 1982-0720 (on-line) - e-mail: universitas.rel@uniceub.br

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia