A agenda agrícola no sistema multilateral do comércio em perspectiva histórica - doi:10.5102/uri.v8i1.935

Ivan Tiago Machado OLiveira

Resumo


O trabalho traça uma análise histórica das negociações sobre agricultura no sistema multilateral de comércio desde o GATT/1947 até a presente rodada da OMC numa perspectiva brasileira. A partir de uma perspectiva analítico-evolutiva, e com base fundamentalmente em referencial brasileiro, faz-se uma apresentação do contexto internacional no qual o sistema multilateral foi gerado e identifica-se as interações entre o mesmo a não inserção da temática agrícola dentro das regras multilaterais no pós-Segunda Guerra. Ademais, uma análise das lógicas de conflitos e negociação entre os países em desenvolvimento e aqueles desenvolvidos é apresentada no sentido de se observar a interação entre o comércio internacional agrícola e o desenvolvimento econômico. Por fim, são feitas considerações sobre a atual rodada de negociações multilaterais, a Rodada Doha, e a sua relevância na ótica dos países em desenvolvimento, tomando-se em conta as negociações agrícolas, as quais são o centro do processo negociador multilateral.

Palavras-chave


Comércio Internacional; Agricultura; Desenvolvimento; OMC; Brasil.

Texto completo:

Texto Completo


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/uri.v8i1.935

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1807-2135 (impresso) - ISSN 1982-0720 (on-line) - e-mail: universitas.rel@uniceub.br

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia