A Reforma do Conselho de Segurança das Nações Unidas e a Perspectiva Brasileira - 10.5102/uri.v3i2.290

Luís Filipe de Miranda Grochocki

Resumo


O objetivo geral deste estudo é apresentar as críticas quanto à reforma do Conselho de Segurança das Nações Unidas. Por sua vez, o objetivo específico é o de analisar a proposta brasileira de reforma. Inicialmente, apresenta-se um histórico da criação e do funcionamento do Conselho, possibilitando ao leitor a contextualização e a compreensão das críticas ao seu desempenho.
Enfoca-se, em um segundo momento, a importância do poder de veto para garantir a participação dos principais atores internacionais na ONU e sua relevância no debate da reforma. Conclui-se com a análise da reforma, esclarecendo as posições dos principais grupos de opinião e avaliando as propostas concretas apresentadas até o momento, enfatizando a perspectiva brasileira.

Palavras-chave


Organização das Nações Unidas; Conselho de Segurança; Reforma; Política Internacional; Poder de Veto;

Texto completo:

Texto Completo


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/uri.v3i2.290

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1807-2135 (impresso) - ISSN 1982-0720 (on-line) - e-mail: universitas.rel@uniceub.br

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia