Amparo Moral: uma forma de solução pacífica de controvérsias 10.5102/uri.v4i1.247

Carlos Fabián Levicoy Díaz

Resumo


O relacionamento bilateral entre Argentina e Chile tem sido sempre um tema prioritário no estudo das relações internacionais de ambos os paises. Isto porque desde o processo da independência tem se verificado uma série de interesses em jogo, sejam estes políticos, sociais, econômicos, etc. indubitavelmente em vastos períodos deste relacionamento o que primou foi um grande interesse pela delimitação e posterior demarcação da fronteira entre ambos os países. Neste contexto é que se enquadra o tema de nosso artigo, no sentido de procurar dar resposta ao conceito chave de “amparo moral”, como base de sustentação do presente Tratado de Paz y Amistad (1984).

Palavras-chave


Conflitos Transfronteiriços; Acordos Internacionais; Tratados Jurídicos;

Texto completo:

Texto Completo


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/uri.v4i1.247

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1807-2135 (impresso) - ISSN 1982-0720 (on-line) - e-mail: universitas.rel@uniceub.br

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia