Revisitando a África na Política Externa Brasileira: Distanciamentos e Aproximações da “Independência” à “década de 1980” 10.5102/uri.v11i1.2296

Walace Ferreira

Resumo


Este artigo pretende analisar as relações entre o Brasil e a África do fim da colonização até a década de 1980, destacando a oscilação entre momentos em que o vizinho do Atlântico foi valorizado pela nossa diplomacia e momentos em que foi praticamente relegado. Este estudo foca em alguns dos principais acontecimentos de diferentes períodos, destacando importantes interpretações tomadas pela nossa política externa em relação a um continente que voltou a receber destaque na última década e cujas ações mais recentes estão ligadas à vários acontecimentos do passado. Com isso, veremos como nossa política externa para a África, em suas ações e omissões ao longo de um decisivo recorte histórico, foi sempre influenciada tanto pela nossa realidade doméstica como pela conjuntura africana e internacional.

Palavras-chave


Política externa brasileira; África; da colonização à década de 1980; distanciamentos e aproximações; contexto doméstico; conjuntura africana.

Texto completo:

Texto Completo


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/uri.v11i1.2296

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1807-2135 (impresso) - ISSN 1982-0720 (on-line) - e-mail: universitas.rel@uniceub.br

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia