As Fronteiras no âmbito do MERCOSUL: apontamentos sobre a formação da agenda política de integração fronteiriça 10.5102/uri.v9i1.1368

Renata de S. Furtado

Resumo


O artigo relembra as bases econômicas de criação do MERCOSUL e ressalva a importância de se considerar as dimensões sociais e políticas no debate de desenvolvimento sulamericano. Para integrar economias, é necessário aproximar povos e governos, os quais possuem trajetória histórica própria. A autora sinaliza que a agenda política, antes voltada para a fronteira marítima, direciona-se à fronteira terrestre. Com essa mudança referencial, haveria uma tendência de alteração da perspectiva do Estado e do respectivo poder central em relação às questões relacionadas à faixa de fronteira.

Palavras-chave


Fronteiras; MERCOSUL; faixa de fronteira; Integração fronteiriça

Texto completo:

Texto Completo


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/uri.v9i1.1368

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1807-2135 (impresso) - ISSN 1982-0720 (on-line) - e-mail: universitas.rel@uniceub.br

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia