A condição internacional de Taiwan e a abertura de canais diplomáticos submersos como janela de oportunidade: o caso do CSCAP - 10.5102/uri.v8i2.1315

Jorge Tavares da Silva

Resumo


O presente ensaio centra-se no caso singular da ilha de Taiwan, um Estado de facto no contexto asiático sem o ser de jure, por falta de reconhecimento da comunidade internacional, que deixa o território num estado de isolamento excepcional na arquitectura institucional global. Incapaz de participar em muitos organismos regionais, em especial aqueles que incidem em questões de segurança, a Formosa não consegue levar às plataformas de discussão multilateral o conflito que a opõe à República Popular da China (RPC). Os insulares têm aproveitado um conjunto de processos e redes de natureza submersa, realizados entre actores não oficiais, de que o The Council for Security Cooperation in the Asia Pacific (CSCAP) se tem revelado um bom exemplo.

Palavras-chave


China, Taiwan, conflito, diplomacia submersa, transformação, CSCAP

Texto completo:

Texto Completo


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/uri.v8i2.1315

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1807-2135 (impresso) - ISSN 1982-0720 (on-line) - e-mail: universitas.rel@uniceub.br

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia