Uso de psicotrópicos por universitários da área da saúde: um estudo comparativo e qualitativo

João Borges Esteves Tovani, Luísa Jobim Santi, Eliana Villar Trindade

Resumo


Esta pesquisa teve por objetivo realizar um levantamento e uma análise comparativa do padrão de uso de medicamentos e drogas de universitários de cursos da área da saúde do Centro Universitário de Brasília (UniCEUB), bem como efetuar uma análise qualitativa acerca das vivências subjetivas do uso de psicotrópicos para os estudantes. Trata-se de um estudo transversal analítico com triangulação de métodos quantitativo e qualitativo. A amostra da etapa quantitativa foi de 745 estudantes, de 15 a 70 anos, dos cursos de Psicologia, Medicina, Enfermagem, Nutrição e Fisioterapia. Empregou-se, para a coleta de dados, o questionário adaptado do “I Levantamento Nacional sobre o Uso de Álcool e Outras Drogas entre universitários das 27 Capitais Brasileiras”. Já em relação a etapa qualitativa, essa foi realizada através de um grupo focal com oito estudantes, sendo 3 de Psicologia, 3 de Fisioterapia, 1 de Medicina e 1 de Enfermagem. Os resultados apontam que as substâncias psicotrópicas mais utilizadas pelos participantes são: álcool, produtos de tabaco e maconha/haxixe/skank, além de tranquilizantes e ansiolíticos. Além disso, em comparação com outros cursos, Psicologia liderou o usou drogas em geral, seguido de Nutrição e Medicina. A faixa etária que fez maior consumo recente de drogas é dos 18-24 anos, exceto em álcool, que é liderado por universitários acima de 35 anos. Percebeu-se o uso de drogas como meio de fuga em relação ao sofrimento psíquico, bem como forma de maximização do prazer. Além disso, o uso de psicotrópicos é tido como amalgama das relações interpessoais dos universitários, e um fator que aumenta seu consumo é o desejo de melhora no desempenho acadêmico

Palavras-chave


Uso de psicotrópicos. Estudantes universitários. Área da saúde.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/pic.n1.2018.6414

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia