Infecção em pacientes dialíticos. Bacteremia em pacientes dialíticos de um hospital público: estudo do perfil microbiológico, critérios diagnóstico, fatores de risco e morbimortalidade

Amanda Aguiar Taquary Alvarenga, Carolina Alencar Ferreira, Joana D’ arc Gonçalves da Silva

Resumo


Resumo: A doença renal crônica (DRC) tem fatores de risco muito frequentes entre a
população brasileira e mundial, como a diabetes mellitus, a hipertensão arterial, o
tabagismo e a obesidade. Nos últimos anos o número de pacientes em falência renal
aumentou, fazendo com que mais pessoas necessitem do serviço de hemodiálise, o que
diminui a qualidade de vida e expõe os pacientes a diferentes intercorrências, como
infecções. As infecções associadas ao cateter/bacteremia podem estar relacionadas ao não
cumprimento das normas para controle de infecção da ANVISA e ao mau uso dos cateteres
para acessos venosos, desrespeitando seu tempo adequado de uso. Assim, realizou-se
pesquisa transversal, qualitativa e quantitativa, com análise de fichas do Centro de Controle
de Infecção Hospitalar (CCIH), as quais obtinham informações anônimas extraídas dos
prontuários e exames laboratoriais de pacientes internados na Unidade de Hemodiálise do
Hospital Regional da Asa Norte (HRAN) e acompanhados durante todo o período de
internação entre janeiro e dezembro de 2018, no HRAN. O objetivo principal do trabalho foi
identificar os pacientes em hemodiálise que desenvolveram infecção e investigar os
principais fatores associados ao desenvolvimento de bacteremia em pacientes dialíticos,
apontando os principais agentes etiológicos destas infecções. Porém, o número da amostra
colhida dentro de um ano foi insuficiente, fazendo com que a pesquisa precise de mais
tempo para obter o resultado desejado. As infecções relacionadas à hemodiálise são
facilmente evitadas e o cumprimento das normas da vigilância sanitária faz-se essencial


Palavras-chave


Bacteremia. Doença Renal Crônica. Infecção Hospitalar. Vigilância Epidemiológica.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/pic.n1.2018.6379

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia