Determinação dos compostos fenólicos em extratos de plantas medicinais

Gabrielle Moura Nascimento, Isadora Maia Kavamoto, Carlos Alberto da Cruz Junior, Francislete Rodrigues Melo

Resumo


O trabalho teve como objetivo quantificar os compostos fenólicos e atividade antioxidante existentes em extratos oriundos de plantas medicinais, sendo elas a Cáscara Sagrada (Rhamnus purshiana D.C.) e carqueja (Baccharis trimera (Less.) DC.). A droga vegetal foi obtida em parceria com a DrogaVet® no Distrito Federal. O material vegetal em pó foi pesado e colocada em etanol 70% em uma proporção de 1:5 m/v. O material foi então colocado em agitação por 7 dias a temperatura ambiente. Os extratos foram utilizados para dosagem de polifenóis através do método Folin e Ciocalteu. A avaliação quantitativa da atividade antioxidante foi determinada por meio de ensaio usando o método de captura de radical livre – ABTS. Observou-se que o conteúdo de polifenóis foi de 9,17mg/mL em relação à curva feita com ácido gálico como padrão para a cáscara sagrada e de 10,82 mg/mL para a carqueja. Em relação à atividade antioxidante, as amostras apresentaram, respectivamente valores de 37,02mM e 30,74mM (cáscara sagrada e carqueja) em relação à curva padrão utilizando trolox. Os resultados obtidos por meio das informações coletadas levam a concluir que extratos hidroalcóolicos de cascara sagrada e carqueja apresenta polifenóis e propriedades antioxidantes similares entre si.

Palavras-chave


Antioxidantes. Compostos fenólicos. Plantas medicinais.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/pic.n1.2018.6372

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia