Validação de instrumentos sobre crenças e hábitos em relação ao tabagismo

Stéphanie Baccin Fleck Silva, Marina Kohlsdorf

Resumo


No Brasil existem aproximadamente 18 milhões de fumantes, sendo os jovens adultos e
adolescentes, principalmente estudantes, vulneráveis ao vício. Considerando que o hábito
tabagista desencadeia uma série de doenças e complicações de saúde, deve ser alvo de estudos e programas de prevenção. Nesse contexto, o objetivo do estudo é validar instrumentos sobre crenças e hábitos em relação ao tabagismo. Participaram da pesquisa 30 estudantes universitários, sendo 50% homens e 50% mulheres, 63,33% entre 22 e 25 anos, 60% entre o 7º e o 10º semestre, 66,66% iniciaram o hábito entre os 14 e 17 anos. Os participantes responderam um questionário contendo 80 itens para avaliação entre 1 (discordo totalmente) e 5 (concordo totalmente), além de 3 questões de resposta aberta. Foram realizadas análises descritivas de média, desvio padrão e número, que permitiram concluir a forte relação do hábito dos universitários com a socialização e o consumo de bebidas alcoólicas, e também como o hábito não aparenta prejudicar as atividades desempenhadas pelos participantes


Palavras-chave


Instrumento. Tabagismo. Universitários.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/pic.n1.2018.6368

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia