Obtenção de energia elétrica através de painéis fotovoltaicos - análise de tipos, modelos, eficiência e estudos de caso

Bruna Montarroyos Brito, Eliete de Pinho Araujo

Resumo


A pesquisa buscou alternativas para diminuir o impacto que as fachadas de vidro refletivo causam na cidade e no próprio edifício. Seu uso em países de clima tropical pode acarretar algumas consequências indesejadas, como o aumento da temperatura interna do ar causada pela entrada da radiação solar. Uma das opções é o brise-soleil. O brise-soleil é um elemento arquitetônico utilizado em edifícios, para impedir a incidência direta de radiação solar no seu interior, evitando a incidência de altas temperaturas. O uso de painéis fotovoltaicos nas fachadas dos edifícios de altura, na forma de brises-soleils, pode melhorar a rentabilidade energética do edifício, tanto por meio da diminuição de temperatura quanto pelo fornecimento de energia produzida pelos painéis fotovoltaicos. Definiu-se o uso de placas fotovoltaicas na forma de brises-soleils e foi abordada apenas a questão da rentabilidade energética para o edifício. Para tal, o enfoque foi sobre o gasto de energia mensal da edificação e o quanto os painéis fotovoltaicos são capazes de suprimir dessa demanda, já considerando o investimento para a sua instalação em cerca de 100% de sua fachada. O estudo de caso escolhido foi o Edifício Banco do Brasil Sede VII, na zona central de Brasília, pois possui uma fachada composta inteiramente por vidro refletivo voltada para oeste (sol poente) ou norte e teve como propósito a comprovação da rentabilidade para o edifício e quanto de energia uma fachada inteira com painéis fotovoltaicos em forma de brises-soleils pode suprir do seu consumo. Para isso, foi preciso obter dados sobre o gasto energético mensal da edificação (dificuldades foram encontradas em relação aos consumos energéticos em separado), informações técnicas sobre o modelo de painel fotovoltaico escolhido, dados sobre a incidência solar mensal na região bem como dados por estudos da carta solar. Com esses dados, foi traçada uma projeção do potencial energético que pode ser gerado mensalmente pelos painéis fotovoltaicos, e calcular o quanto que será abatido da média mensal do gasto energético da edificação. Esperou-se que a instalação sugerida atenda aos gastos de consumo do ar condicionado e ainda da iluminação artificial de todo o edifício


Palavras-chave


Edificação. Brise-soleil. Painel fotovoltaico.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/pic.n1.2018.6359

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia