Análise de antígenos de superfície do vírus da Hepatite B (HBSAG) como estratégia promissora para fins biomédicos

Ana Luiza dos Santos Medeiros, Anabele Azevedo Lima

Resumo


INTRODUÇÃO: O vírus da Hepatite B (HBV) é um membro da família de vírus chamada
Hepadnaviridae, caracterizado pela presença de DNA envelopado e capacidade de infectar as
células hepáticas. Esse vírus infecta mamíferos e se replica nos hepatócitos, podendo evoluir
em termos patológicos. De acordo com o Ministério da Saúde, no período de 1999 a 2015
foram notificados em todo o Brasil, 514.678 casos confirmados de Hepatite virais,
caracterizando um problema de saúde pública. Pesquisas na área da virologia e produção
biotecnológica têm sido muito utilizado para expressão de genes heterólogos em células de
inseto, como por exemplo, o modelo eucarioto de expressão utilizando Baculovírus, inúmeras
proteínas de importância médica e econômica foram expressas em níveis elevados aplicando
esse sistema. Sendo assim, o presente trabalho visou analisar a expressão do antígeno de
superfície HBsAg fusionado à proteína poliedrina, produzida pelo Baculovírus, uma vez que
o HBsAg tem um papel fundamental no diagnóstico e prevenção da Hepatite B, por ser um
antígeno marcador sorológico indicativo de infecção pelo HBV, cem como, o único
componente da vacina contra o HBV, e assim, analisar possíveis reações cruzadas entre os
diferentes vírus que causam hepatite. Atualmente, não existem indústrias ou empresas
nacionais que produzam em larga escala o HBsAg, necessitando importar vacinas e kits para
diagnóstico. METODOLOGIA: Foi realizado testes sorológicos imunoenzimáticos, o ELISA
(Enzyme-linked Immunosorbent Assay) indireto, método que se baseia na interação antígenoanticorpo, utilizando o antígeno HBsAg fusionado a poliedrina (proteína recombinante)
previamente construído. RESULTADOS: Os resultados obtidos pelo método ELISA, a partir do
soro de pacientes que tiveram contato com os vírus da Hepatite B, Hepatite C e
Citomegalovírus (CMV) em relação ao antígeno construído pelo sistema do Baculovírus, foram
inconclusivos. DISCUSSÃO/CONCLUSÃO: Portanto, há a necessidade de realizar mais testes
sorológicos para verificar a veracidade do experimento e validá-lo estatisticamente. Contudo,
sabemos que as hepatites virais são um grave problema de saúde pública no Brasil e no
mundo, e necessitam de mais pesquisas, visando melhorar as formas de prevenção,
diagnóstico e tratamento


Palavras-chave


Baculovírus. Vacina. Sistema de expressão.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/pic.n1.2018.6329

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia