Metodologia para avaliação da isolação acústica - norma de desempenho NBR 15.575

Pedro Henrique Da Mota, Pedro Henrique De Oliveira Alves, Sérgio Garavelli

Resumo


Desde 2013 está em vigor a norma técnica da ABNT, a NBR 155751, nesta, o desempenho acústico é um quesito importante a ser considerado nas edificações, estabelecendo valores mínimos, intermediários e superiores para os parâmetros acústicos relacionados à isolação acústica. Na avaliação do isolamento do ruído aéreo, diferentes métodos podem ser utilizados. Segundo a ISO 140-4, é necessário a realização de medidas in situ do tempo de reverberação, além de outros parâmetros. A medida do tempo de reverberação pode ser feita utilizando duas técnicas diferentes: o ruído interrompido e o impulsivo. Utilizando o ruído interrompido, além dos equipamentos de medição é necessário levar a campo equipamentos de geração do ruído rosa ou ruído branco, além da fonte sonora omnidirecional. Devido a estas dificuldades muitos profissionais optam por realizar o ensaio utilizando a técnica do ruído impulsivo, que pode ser efetivada através do estouro de balões. Este trabalho teve como objetivo avaliar e indicar balões de látex que podem ser utilizados para a determinação do tempo de reverberação em diferentes ambientes. Para tanto, os ensaios foram feitos com os balões de látex de 8, 10, 12 e 18 polegadas, os mais comuns encontrados em lojas de festas. Ao todo foram concretizados aproximadamente 200 testes, sendo que nem todos foram validados, foram realizados em dois ambientes com características distintas, um laboratório e um estúdio de rádio. No ambiente maior, no laboratório, foram validados 18 estouros de cada tipo de balão, no estúdio devido às dimensões reduzidas foram 12. O equipamento utilizado para a aferição do tempo de reverberação foi o SOLO da 01 dB, o som residual também foi medido em cada um dos ambientes. Os dados foram processados no software dBBati, e feita as estatísticas, calculando a média, o desvio padrão e o erro, dos tempos de reverberação em bandas de frequência de 1/3 de oitavas. Um teste complementar foi realizado num residencial no qual foi avaliado o isolamento de uma parede em relação ao som aéreo. Como resultados, tem-se que a avaliação do tempo de reverberação utilizando o método do ruído impulsivo com o estouro de balões de látex se mostrou eficiente e prática, indicando que pode ser utilizada na avaliação da isolação de ruídos aéreos e de impacto. Em relação ao tamanho do balão a ser utilizado o mais indicado seria o de número 18, pois apresentou o menor desvio padrão em todos os ambientes avaliados. Entretendo o balão 18 apresenta dificuldade para ser inflado, necessitando de um compressor, assim, para ambientes com volumes típicos encontrados nas residências e em locais e horários cujo som residual não seja elevado nas bandas de baixas frequências, o balão de 12 polegadas pode ser utilizado. Na avaliação realizada in situ, o método utilizado se mostrou eficiente além de reduzir o tempo necessário para a avaliação de tempo de reverberação de um ambiente


Palavras-chave


desempenho acústico. NBR 15575. tempo de reverberação.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/pic.n1.2018.6301

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia