Desenvolvimento de equipamento portátil para avaliação de doenças cardíacas e com envio das informações via internet

Matheus Soares Nascimento, Luciano Henrique Duque

Resumo


As doenças crônicas não transmissíveis (DCNT), atualmente, estão crescendo significativamente. São responsáveis por 73,9% dos mortos no Brasil. As doenças cardiovasculares, neuropsiquiátricas, diabetes, enfermidades respiratórias e câncer, são as principais DCNT, que causam mortes ou incapacidades na população brasileira e no mundo. As doenças cardiovasculares atingem o coração e vasos sanguíneos, podendo também ser geradas, por problemas estruturais e coágulos sanguíneos, essas doenças são as principais causas de mortes por DCNT, sendo responsáveis por 31,2% da mortes no Brasil. Soluções para o controle e diminuição das doenças cardiovasculares, estão na implantação ou intensificação de políticas públicas de controle do tabaco, diminuição dos impostos sobre alimentos orgânicos, construção de ciclovias, refeições saudáveis em ambientes escolares e políticas de prevenção e detecção nos estágios iniciais da doença. A detecção de boa parte das doenças cardíacas, pode ser realizado pelo exame de eletrocardiograma. Existe vários exames mais detalhados e novos que são superiores ao eletrocardiograma, mas para algumas doenças, ele é o único que realiza a detecção, e em exames de rotina e de prevenção, esse exame é o mais recomendado. O objetivo geral dessa pesquisa, é o estudo da viabilidade e o desenvolvimento de um dispositivo, capaz de realizar a captação, tratamento e transmissão de dados dos sinais elétricos do coração por meio da internet, para que um médico a distância possa realizar o diagnóstico e permitir que o exame seja realizado por um médico de qualquer especialidade ou agente de saúde qualificado. O dispositivo tem por finalidade, diagnosticar doenças cardíacas a distância, implementando a telemedicina em regiões mais pobres, visando atender as necessidades médicas das populações mais desprovidas de recursos e de médicos especialistas. A pesquisa é dividida em etapas e o projeto em módulos, em que cada modulo responsável por uma determinada função no dispositivo e a etapa é responsável pelo desenvolvimento dos módulos e do estudo de viabilidade. O projeto é dividido em sete etapas, sendo que da etapa um a quatro, é direcionado para a aquisição, filtragem, processamento e transmissão do sinal. A etapa cinco e seis, são responsáveis pelo desenvolvimento do site e do aplicativo, e a recepção do sinal. A última etapa a sete, é responsável pelo pelos testes comparativos, com um dispositivo similar e profissional. O sinal cardíaco chega no dispositivo a uma amplitude inferior a 0,01 Vpp (Tensão de pico a pico), os estágios de amplificação e filtragem, permitem elevar essa tensão a uma amplitude operacional, em que um microcontrolador possa ler. O sinal lido no microcontrolador, está entre zero e cinco volts, com baixo ruído, devido a qualidade dos estágios de filtros do hardware. No microcontrolador ocorre a filtragem digital e a autocalibrarão do dispositivo em função da tensão. Esse sinal é transmitido a um aplicativo Android, em que pode ser visualizado, ou pode ser transmitido pela internet para ser acessado simultaneamente em um site. O equipamento desenvolvido, apresentou erros inferiores a 25% e alcançou os objetivos principais da pesquisa, em desenvolver um dispositivo portátil, de baixo custo, de alta qualidade e precisão


Palavras-chave


Microcontrolador PIC. Eletrocardiógrafo. ECG. Transmissão pela internet.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/pic.n1.2018.6296

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia