RESPOSTAS AGUDAS E CRÔNICAS DO TREINAMENTO COM OCLUSÃO VASCULAR PARCIAL SOBRE A PERIMETRIA, COMPOSIÇÃO CORPORAL, FORÇA MÁXIMA E ESPESSURA DO MUSCULO BÍCEPS BRAQUIAL E RETO FEMORAL

Avelino Campos Pinto Neto, Yuri Valente do Nascimento, Renata Aparecida Elias Dantas

Resumo


O treinamento de oclusão vascular é um treinamento que se faz uso de cargas menores (20 a 50% de 1RM) em relação ao treinamento de força convencional e é determinado por uma restrição do fluxo sanguíneo. O objetivo do presente estudo foi verificar possíveis efeitos desta metodologia sobre a perimetria, espessura da musculatura e os ganhos de força de membros inferiores e superiores em detrimento de uma provável hipertrofia. A amostra foi composta por 16 com idade de 18 a 40 anos que atenderam os critérios de inclusão estabelecidos pelo estudo. Os voluntários foram divididos em dois grupos, um controle (GP) que realizou o protocolo de treinamento sem a oclusão a 80% de 1RM e o grupo experimental (GE) que realizou o treino com a oclusão vascular a 40% de 1RM. Após as 4 semanas, o treinamento com oclusão vascular e tradicional teve um impacto na composição corporal e força de preensão manual no GC porém não foram encontradas diferenças significativas na espessura muscular do pré para o pós em ambos os grupos. Com relação a força, houve ganhos significativos em ambos os grupos no exercício de agachamento quando realizado com alta intensidade. Em relação a magnitude de variação das variáveis de força muscular o 1-RM de Rosca, não apresentou variação diferente entre os grupos (p > 0,05)


Palavras-chave


Oclusão Vascular. Hipertrofia. Treinamento de força.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/pic.n3.2017.5869

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia