O GUIA ALIMENTAR PARA A POPULAÇÃO BRASILEIRA NO DISCURSO DE UMA TRANSNACIONAL DE BEBIDAS AÇUCARADAS NA INTERNET

Jussara Aparecida Alves De Jesus, Maína Ribeiro Pereira Castro

Resumo


O cenário da alimentação na atualidade é representado por um consumo alimentar inadequado, assim como pelo crescimento da incidência de doenças crônicas não transmissíveis como a obesidade, hipertensão e diabetes. Com o intuito de transformar essa realidade, ações governamentais de promoção de uma alimentação adequada e saudável tornam-se necessárias, sendo o Guia Alimentar para a População Brasileira uma delas. Uma das principais recomendações do documento oficial é o estímulo à redução do consumo de produtos ultraprocessados, que são alimentos industrializados com alto teor calórico e baixo valor nutricional, como por exemplo as bebidas açucaradas. Tais produtos são comercializados de diversas formas com o uso de estratégias de marketing alimentar e nutricional veiculados em diferentes mídias, inclusive na internet. Desta forma, o objetivo do trabalho foi analisar as estratégias de marketing alimentar e nutricional utilizadas por uma transnacional de bebidas açucaradas na web que contenham informações relacionadas ao Guia. Foi realizado um estudo descritivo de base qualitativa que avaliou se houve a utilização das recomendações do Guia Alimentar nas peças publicitárias veiculadas no Facebook e em Websites da corporação analisada. Das marcas que foram avaliadas, identificou-se 9 websites disponíveis. Para a coleta de dados no Facebook foi definido que seriam avaliadas as mesmas marcas vistas anteriormente, mas somente aquelas que possuem essa Rede Social. Foi delimitado o tempo das postagens de novembro de 2014 (data do lançamento do Guia Alimentar) até novembro de 2017. As publicações foram exploradas, descritas em detalhes e descartadas aquelas que não englobavam conteúdos relacionados ao presente estudo. Dos nove sites analisados, oito dirigiam suas mensagens para o público jovem. Houve três sites que abordavam conteúdos incentivando a refeição em companhia e em sete sítios foram enfatizados os nutrientes presentes no produto. No Facebook, foram avaliadas 08 marcas, computadas por fim uma análise de 573 postagens as quais obtiveram conteúdos importantes e se enquadravam nas características propostas pela pesquisa. Em 299 (52%) postagens utilizaram alimentos in-natura e a comensalidade esteve presente em escala pertinente, em um total de 183 (31%) publicações, juntamente com a valorização do tempo para a alimentação, com 190 (33%) posts. Considerando que no Brasil gasta-se em média 9 horas por dia na Internet, torna-se estratégico desenvolver ações publicitárias pelas empresas nesse espaço. No presente estudo, pode-se concluir que os resultados demonstraram que a transnacional utilizou estratégias de marketing alimentar e nutricional tanto nos sites das marcas de seus produtos, quanto nas páginas do Facebook, além de ter se apropriado de algumas das recomendações do Guia Alimentar, como a comensalidade e a referência a alimentos in-natura. Mesmo que a frequência encontrada nos resultados aparente não ser relevante, a identificação da presença, mesmo que mínima, da apropriação do discurso do Guia Alimentar para a População Brasileira pela transnacional colabora com a transmissão errônea de uma imagem saudável de seus produtos, principalmente das bebidas açucaradas. Com isso, tais resultados podem ser um alerta para a necessidade de ações governamentais que estimulem o senso crítico da população frente a estratégias de marketing como as analisadas


Palavras-chave


Guia Alimentar. Marketing Nutricional. Bebidas Açucaradas. Ultraprocessados. Internet.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/pic.n3.2017.5861

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia