A PRODUÇÃO DO FRACASSO ESCOLAR: A EXPERIÊNCIA SINGULAR NA PRÉ-ADOLESCÊNCIA

Vitor Pedro Moretto Cordeiro, Valéria D. Mori

Resumo


A presente pesquisa aborda o fracasso escolar, presente nas preocupações dos profissionais da educação. O chamado fenômeno da não aprendizagem vem sendo tratado como uma patologia, algo fora do que seria considerado normal no desenvolvimento de uma criança ou de um adolescente. Contudo, a pesquisa busca compreender o fracasso escolar como um fenômeno que se mostra permeado de significados coletivos e de sentidos pessoais. Para isso, é essencial compreender os significados que permeiam o desenvolvimento dos sujeitos, e investigar como ocorrem os processos em cada indivíduo, resultando em diferentes ações, pensamentos e afetos. A pesquisa será realizada com quatro pré-adolescentes, com idades entre 9 e 13 anos, estudantes de uma escola da rede pública do Distrito Federal, reconhecidos pela equipe de coordenação como tendo um desempenho abaixo do esperado no contexto escolar. Será utilizada uma dinâmica conversacional, com a intenção de que os participantes se sintam mais à vontade para expor suas experiências. Também será utilizado o recurso “complemento de frases”, a fim de se compreender o sentido das expressões escolhidas na vivência do pré-adolescente. O presente projeto de pesquisa será apresentado ao Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos do Centro Universitário de Brasília


Palavras-chave


Subjetividade. Escola. Pré-adolescência.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/pic.n3.2017.5787

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia