ESTUDO DE DEMANDA DO TREM DE PASSAGEIRO SEMIURBANO BRASÍLIA x LUZIÂNIA

Emygail Lorena Silva Azevedo, Mônica Soares Velloso, Matheus de Almeida Oleskovicz

Resumo


Nas cidades localizadas em regiões metropolitanas no Brasil o uso do transporte individual
motorizado tem sido a principal escolha nos deslocamentos diários. Com a consequente
elevação da taxa de motorização advinda desse modelo, essas cidades sentem cotidianamente
as externalidades negativas do modelo tais como congestionamentos, atrasos, aumento do
número de acidentes, entre outros. Em Brasília o problema se repete em sua Área
Metropolitana. Na busca por soluções, estudos realizados na região demonstraram ser
possível utilizar o trecho ferroviário existente nas proximidades de Brasília/DF e Luziânia/GO
para ofertar transporte de passageiros semiurbano sob trilhos, uma vez que atualmente o
referido trecho atende somente a demanda de transporte de carga. Espera-se que com a
oferta de um trem de passageiro semiurbano entre essas cidades haja migração da demanda
dos modais rodoviários, individual ou público, gerando impactos positivos na mobilidade
urbana. O objetivo desse trabalho foi realizar um estudo que avaliasse a demanda
transferida para o trem de passageiros semiurbano entre Brasília e Luziânia. Foi aplicado um
questionário para a população de Luziânia utilizando técnica de Preferência Declarada. O
estudo detectou uma demanda transferida para o modal ferroviário de 34%, sendo a maior
parte proveniente de motorista de veículos particulares


Palavras-chave


Transporte Ferroviário de Passageiro. Estudo de Demanda. Técnica de Preferência Declarada.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/pic.n3.2017.5773

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia