A CONTAMINAÇÃO ACÚSTICA EM ÁGUAS CLARAS DEVIDO AO TRÁFEGO RODOVIÁRIO

Matheus Yusef Ali, William Alves Cardoso, Sérgio Garavelli, Armando de Mendonça Maroja

Resumo


O ruído é um dos grandes problemas ambientais em nosso meio podendo afetar nocivamente os seres humanos, classifica-se como o segundo tipo de contaminação que atinge o maior número de pessoas no mundo, ficando atrás somente da poluição do ar. Com o intuito de avaliar a contaminação acústica na cidade de Águas Claras, Região Administrativa do Distrito Federal, apesar de ser uma cidade planejada e jovem, apresenta uma população de aproximadamente cento e cinquenta mil habitantes e problemas semelhantes aos de grandes centros urbanos já consolidados. Devido ao alto tráfego rodoviário buscou-se adquirir dados dos controladores estáticos de velocidade, que auxiliaram na coleta de dados referente ao fluxo, realizou-se medições acústicas com o sonômetro e filmagens do tráfego nas principais vias. Com o auxílio dos dados aferidos e o software SoundPlan produziu-se o mapa da cidade para identificar os locais mais críticos de ruído. Logo após, foram elaborados os mapas acústicos para os parâmetros Lden e Ln. Também foram determinados os percentuais de pessoas incomodadas (%I) e de pessoas altamente incomodadas (%AI) e os percentuais de pessoas com distúrbios no sono (%DS) e com elevados distúrbios no sono (%EDS). A comparação entre os valores dos níveis de pressão medidos in situ e os previstos pelos mapas apresentaram um desvio menor do que 3 dB(A). Os resultados indicam que os ruídos gerados pelo tráfego de veículos estão acima dos limites estabelecidos pela legislação e tem potencial de provocar incômodo e distúrbios no sono de uma parcela significativa da população


Palavras-chave


Ruído rodoviário. Mapa acústico. Acústica Ambiental

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/pic.n3.2017.5753

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia