CONSERVA DE TILÁPIA: UMA POTENCIALIDADE ESTRATÉGICA PARA AGRICULTURA FAMILIAR

Lauren Gardin Rossato, Camila Melo Araujo de Moura e Lima

Resumo


O objetivo deste estudo é a elaboração de conserva de Tilápia em molho à base de
manjericão, a fim de incentivar sua produção e consumo por parte de pequenos
produtores da espécie, agregando valor ao produto e consequente aumento da
renda familiar. Realizaram-se a produção de conserva, do molho pesto,
determinação da rotulagem nutricional, análises microbiológicas e a avaliação
sensorial por meio do teste de aceitação. As análises microbiológicas tiveram com
resultado pH 3,5 e o aparecimento de Enterobactérias e Shigella, tanto em
conservas armazenadas em estufa há 36ºC quanto em temperatura ambiente,
ambos por 10 dias. Bem como armazenadas em estufa há 53ºC por 7 dias houve
diminuição de contagem de placas, mas ainda se fazia presente. A avaliação
sensorial revelou no quesito sabor uma variância entre desgostei muito e gostei
muito, utilizando notas entre 1 e 5, sendo que a maior significativa foi na nota 4 com
46% da preferência. A nota 4 também foi a de maior expressão na questão da
aparência, seguindo os mesmos critérios de variância, com 36% de primazia. Em
conclusão, a Conserva de Tilápia é uma forma de produção que pode ser
desenvolvida na Agricultura Familiar, visto que a aceitação do produto foi
significante. No entanto, é necessário maior aprofundamento na elaboração para
que tenha uma porcentagem máxima na sua receptividade e por fim ser
comercializada, assim como um maior estudo quanto a diminuição microbiológica


Palavras-chave


conserva; tilápia; agricultura familiar.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/pic.n2.2016.5591

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia