AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE ANTINEOPLÁSICA E ANTIPROLIFERATIVA DE EXTRATOS DE PLANTAS SOBRE TUMOR MAMÁRIO DE LINHAGEM 4T1

Sarah Maria Da Silva Napoleão, João Paulo R. A. Bernardes, Anabele Azevedo Lima, Bruno Stéfano Lima Dallago, Luis Isamu Barros Kanzaki

Resumo


Uma alternativa terapêutica promissora, mas ainda incipiente, para o tratamento de
tumores mamários é a utilização de plantas medicinais e de extratos vegetais
bioativos. Nesse sentido, este projeto tem por objetivo avaliar o potencial terapêutico
dos extratos de plantas pertencentes às famílias botânicas Fabaceae, Rubiaceae,
Arecaceae. Para tanto, foram realizados testes in vitro para determinar a
citotoxicidade, o potencial antineoplásico e antiproliferativo, além de possível atividade
antimicrobiana. Cultivos celulares de linhagem primária leucocítica, de linhagem
contínua HUT-78 e de células de tumor mamário da linhagem 4T1 (para os testes de
eficácia e mecanismos efetores) foram submetidos a tratamento com 3 diferentes
concentrações de cada extrato de planta, em padrão de ensaio em triplicata. A
capacidade proliferativa foi avaliada através de contagens manuais com o uso da
câmara de Neubauer. A visualização morfológica se deu pelo uso da câmara de
Neubauer e o corante Trypan blue. Foram realizadas análises estatísticas quanto ao
crescimento padrão das células de linhagem primária e sua resposta mediante o
tratamento com os extratos. As células da linhagem 4T1 foram tripsinizadas, tratadas
e, posteriormente, as atividades citotóxicas foram analisadas com o uso do kit The
CytoTox-Glo™, um ensaio enzimático luminescente, que permite mensurar o número
de células mortas em uma população celular previamente cultivada, através da
atividade de uma protease distinta, com um peptídeo luminescente que identifica e
sinaliza principalmente a integridade da membrana celular (determinando se a morte
celular ocorreu por necrose ou apoptose). Comprovou-se a atividade
antineoplásica/antiproliferativa e determinou-se a concentração ideal, qual seja, a
concentração minimamente citotóxica in vitro, mas completamente eficaz contra as
células neoplásicas. Foram realizados, outrossim, breves ensaios com culturas
bacterianas para observar se os extratos, em diferentes concentrações, possuem
possível atividade antimicrobiana em diferentes cepas bacterianas


Palavras-chave


Bioextrato. Câncer. Mama. Planta medicinal

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/pic.n2.2016.5581

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia