ZANETTINI E A SEDE DO TJDFT EM BRASÍLIA: UMA PESQUISA EXPLORATÓRIA

Luane Fatureto Valim Leal, Igor Antônio Cunha Gonçalves Monteiro, Gustavo Cantuária

Resumo


Atualmente, o planeta vem sofrendo grandes modificações, como o
aumento populacional, aquecimento global, escassez de água e energia, entre
outros. Com esses problemas houve certa mudança nos estudos daarquitetura que por sua vez tem buscado conceitos mais ecológicos esustentáveis.
O conceito de arquitetura sustentável, foi aplicado depois da conferênciade 92 onde os países participantes da reunião perceberam o agravamento dasmudanças climáticas. O Brasil não foi diferente, começou a investir naarquitetura sustentável, construindo sua primeira obra, em São Paulo. Mas atéhoje, existem dificuldades para o avanço da ecologia aplicada à arquitetura porseu alto custo e falta de pesquisas e formação de profissionais especializadosna área.
Na cidade de Brasília, nos anos de 2008- 2010, foi erguido um dos precursores do edifício sustentável na capital, o TJDFT fórum verde, que maistarde foi certificado internacionalmente.
A pesquisa teve a intenção de analisar o fórum verde, com o intuito de analisar a arquitetura sustentável brasileira, comparando-a com o edifíciocomercial 700, em Brasília. Foi observado como o arquiteto Zanettini e suaequipe, executaram conceitos sustentáveis como: tratamento de esgoto,terraço verde para absorver o calor, estrutura em aço, brises metálicos eventilação cruzada. Foi comparado ainda, com análise in loco, os objetivossustentáveis propostos no projeto com os alcançados na realidade com a pós-ocupação do prédio.
Concluiu-se que a ideia original teve as suas limitações, principalmente por conta do edifício abrigar mais funcionários que o planejado inicialmente, oque contribuiu para a sua ineficiência, como na sua ventilação cruzada, entreoutros aspectos


Palavras-chave


Aquecimento global; Arquitetura sustentável; TJDFT fórum verde.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/pic.n2.2016.5574

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia