AVALIAÇÃO E PROPOSIÇÃO DE CONFORTO SONORO PARA ÁREAS RESIDENCIAIS COM LAZER NOTURNO: ESTUDOS DE CASO NO DISTRITO FEDERAL

Flávia Mendanha Saboia Viégas, Ludmila Araújo Correia, Sérgio Luiz Garavelli, Érika Eduarda Mota Garcias, Jhennyfer Loyane Gama Pires

Resumo


Brasília tem apresentado atualmente uma grande problemática nas áreas residenciais mistas. Com o aumento da população, a procura por lazer próximo a residência é diretamente proporcional ao aumento de bares e restaurantes no comércio local, o que contribui para a elevação do nível de ruído nessas áreas. Em alguns bares, nos quais há música ao vivo, o elevado som residual leva à necessidade de se aumentar o nível sonoro dos equipamentos, acarretando ainda mais desconforto. Nesta pesquisa foi realizado um estudo de soluções internas que aliassem as qualidades acústica, arquitetônica e de design, ao mesmo tempo em que minimizassem o desconforto sonoro interno em bares e restaurantes de funcionamento no horário noturno. Selecionamos um bar na Asa Sul do Plano Piloto de Brasília, com música ao vivo, no qual foram feitas aferições in loco, utilizando sonômetro, para avaliar o conforto sonoro no interior do estabelecimento. Os valores das medições foram comparados com o indicado na norma NBR 12.179, e comparados com os valores estimados em cálculo, para verificar-se a adequabilidade de uso do Tempo de Reverberação como parâmetro de avaliação para as condições do local, no qual não há efetiva vedação interna do espaço. A partir disso, foram propostas soluções que poderiam melhorar as condições internas do local, no sentido de aumentar a qualidade do som percebido pelos frequentadores, sem que haja necessidade de elevar tanto o nível dos equipamentos. O estudo demonstrou que soluções simples podem acarretar maior conforto dos usuários e funcionários de bares com música ao vivo, ao mesmo tempo em que contribuem indiretamente com a redução do ruído gerado para a vizinhança


Palavras-chave


Acústica Urbana. Tempo de Reverberação. Ruído Noturno. Conforto Acústico.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/pic.n2.2016.5538

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia