POLÍTICO EM UM CENTRO DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL NO DISTRITO

Luísa de Figueiredo de Queiroz, Kimberly Guida Carvalho, Tania Inessa Martins Resende

Resumo


O objetivo dessa pesquisa foi avaliar o dispositivo de cuidado Tenda Familiar, enquanto modelo de intervenção interdisciplinar ofertado pelo Projeto de Extensão Interdisciplinar em Saúde Mental realizado pelo Centro Universitário de Brasília, em um Centro de Atenção Psicossocial. Em um segundo eixo, o projeto visou avaliar o impacto na formação dos alunos que participaram deste projeto interdisciplinar, que dialoga com outros campos de saber e desenvolve atividades de cunho clínico e social em serviços de saúde mental. A hipótese que direciona o seguinte trabalho é a importância do cuidado com a família, uma vez que esta se configura como uma rede de apoio central impactando nas condições de saúde do usuário, ao mesmo tempo, que também precisa de cuidados, pois o sistema familiar também é afetado pelo sofrimento psíquico intenso. A Tenda Familiar oferece um espaço de escuta e cuidado para os usuários de saúde mental e seus familiares, disponibilizando dois alunos de cursos diferentes para a realização de um trabalho interdisciplinar, um do curso de Psicologia e um aluno de Direito ou de Enfermagem, supervisionados semanalmente de forma interdisciplinar. Essa pesquisa articula a dimensão clínica do cuidado com a dimensão familiar e social, ancorada nas concepções de tratamento segundo as diretrizes da política nacional de saúde mental. A pesquisa foi dividida em dois eixos: o primeiro buscou avaliar a intervenção na dimensão política-clínica do dispositivo Tenda Familiar com o objetivo, a partir desta avaliação, de aprimorar a Tenda Familiar e estender este dispositivo a outras instituições que são parceiras do Projeto de Extensão; e o segundo investigou o impacto na formação dos alunos que participaram desse dispositivo interdisciplinar. Procurou-se, através de entrevistas semi-estruturadas, análise de relatórios produzidos ao longo da implementação da Tenda Familiar e um grupo focal, acessar a percepção dos participantes sobre o dispositivo em questão. Foram realizadas quatorze entrevistas individuais, divididas em três categorias: professores e orientadores do projeto, alunos extensionistas e profissionais de diversas áreas do Centro de Atenção Psicossocial. Também, complementando as entrevistas, foi realizado um grupo focal com a equipe multiprofissional do serviço de saúde. Outra maneira de alcançar as expressões dos participantes, em especial dos usuários, foi a revisão de sessenta e cinco relatórios obtidos a partir de acompanhamentos familiares efetuados anteriormente pela Tenda Familiar. O material foi analisado a partir de três fases complementares e não lineares: contextualização sócio histórica, análise formal e reinterpretação, segundo a hermenêutica de profundidade. A efetividade da Tenda Familiar no cuidado às famílias na percepção dos participantes surge como um dos principais resultados, porém sua potencialidade fica limitada em função de dificuldades encontradas para a divulgação da mesma. O amadurecimento profissional foi um dos elementos mais destacados pelos alunos e professores. O principal propósito da presente pesquisa foi o aprimoramento do dispositivo em questão, visando uma melhor assistência para os usuários, seus familiares e profissionais dos serviços de saúde mental


Palavras-chave


Tenda Familiar. Saúde mental. Interdisciplinaridade. Convívio familiar

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/pic.n2.2016.5537

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia