CRITÉRIOS PARA O EMPREGO DE PLACAS SOLARES E PROPOSTAS DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS PARA ESCOLAS PÚBLICAS DO DISTRITO FEDERAL

Lucas Lopes de Barros Batista, Abighail do Nascimento Santos, Eugênia Cornils Monteiro Araújo

Resumo


O objetivo deste trabalho é fazer uma análise arquitetônica e ambiental das escolas públicas do Distrito Federal com o intuito de fazer um estudo de viabilidade para aplicação de placas fotovoltaicas, em seguida foi feita medições nas salas para mensurar o desconforto térmico e lumínico. No referencial teórico abordamos conceitos referentes a quantidade mínima de iluminação que uma sala de aula deve conter, medições de temperatura dentro das salas para mensurar o desconforto térmico e padrões nas escolas que possa não torna viável a aplicação das placas fotovoltaicas. Foram realizadas medições em 7 escolas e ficou constatado na matriz de priorização que as 7 sete escolas tem potencial de geração de energia fotovoltaico, porém existe alguns fatores que pode reduzir a produtividade das placas


Palavras-chave


Distrito Federal, Energia Solar, Fotovoltaica, Térmico, Conforto, Lumínico, Escolas Públicas

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/pic.n2.2016.5497

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia