OS DESAFIOS ENFRENTADOS POR ALUNOS DEFICIENTES VISUAIS EM CURSO SUPERIOR DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS

Nathália de Moura Mendes, Fernanda Vasconcelos de Oliveira, Bianca Carrijo Cordova

Resumo


O curso superior de Ciências Biológicas possui uma alta demanda de atividade visual em suas disciplinas, seja para a visualização de estruturas básicas, entendimento de mecanismos ou também para a utilização de microscópios. Seguindo este contexto, esse estudo consistiu em uma busca para entender e avaliar técnicas e mecanismos utilizados em salas de aula que possuem alunos com deficiência visual (baixa visão ou cegueira) e identificar por parte dos professores e dos próprios alunos, as demandas e necessidades que ainda eram apresentadas apesar do uso de outros recursos. O estudo buscou reunir informações bibliográficas de trabalhos já publicados para criar 3 (três) materiais didáticos de diferentes áreas das Ciências Biológicas com a finalidade de auxiliar os professores de diferentes IES (Instituições de Ensino Superior) que atuam com este tipo de público dentro deste curso durante o ensino de suas disciplinas e também facilitar o aprendizado dos alunos por meio do uso de materiais que os ajudariam a entender melhor conceitos que geralmente são abstratos para aqueles que possuem deficiência visual. As áreas identificadas com a maior demanda de matérias didáticos devido a grande quantidade de material visual foram os campos da genética, botânica e microbiologia. A partir deste levantamento, foram criados materiais táteis e texturizados sendo também auxiliados pelo uso do braille. Para a genética, foi criado um painel exemplificando o processo de formação do cromossomo, utilizando uma imagem didática que é apresentada em sala de aula para a modelagem em alto relevo. Na área da botânica, o painel continha as informações sobre as partes internas de uma flor em alto relevo, este também foi criado a partir de uma imagem didática. Para a área da microbiologia, foi montado um vírus bacteriófago em modelagem 3D auxiliado pelas texturas e alto-relevo. Os materiais propostos e criados neste estudo poderão ser validados em estudos posteriores e recriados por grupos interessados no assunto dentro das IES, possibilitando assim uma expansão do aprendizado desta área para qualquer aluno, incluindo os sujeitos com alguma deficiência visual


Palavras-chave


Inclusão. Materiais didáticos. Cegueira. Baixa visão. Ensino Superior

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/pic.n1.2015.5469

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia