EVOLUÇÃO DE ROTAS E DINÂMICAS MIGRATÓRIAS EM TIRANÍDEOS NEOTROPICAIS

Regio Araujo da Costa, Raphael Igor da Silva Corrêa Dias

Resumo


Migração é um fenômeno biológico caracterizado pelo deslocamento espacial de indivíduos entre locais diferentes com retorno posterior ao lugar de origem. Esse fenômeno é observado em vários grupos de animais, porém, é mais comumente encontrado em aves, onde o mesmo apresenta enormes variações devido a fatores físicos e ecológicos. A migração ocorre de forma regular, sendo uma alternativa de sobrevivência de muitas espécies devido a sazonalidade de recursos e fenômenos naturais. A região Neotropical apresenta uma elevada diversidade de aves e faz parte da rota de muitas espécies migratórias. Entretanto, poucas informações sobre rotas migratórias e locais de invernada estão disponíveis para a maior das espécies migrantes de Passeriformes brasileiros. A família Tyrannidae é um dos táxons mais representativos e numerosos de aves do mundo, sua distribuição é exclusiva do continente americano e sua ocupação compreende os mais variados ambientes. Nesse sentido, o objetivo do presente estudo foi investigar os padrões de deslocamento de espécies consideradas migratórias segundo a literatura. Para tanto, foram selecionadas quatro espécies de tiranídeos: Chibum (Elaenia chiriquensis), Irré (Myiarchus swainsoni), Maria-ferrugem (Casionrnis rufus) e Suiriri-cavaleiro (Machetornis rixosa). Foram utilizados dados secundários disponíveis nas bases Xeno-canto e WikiAves. De cada base foram extraídas informações referentes à localização espacial (latitude e longitude), observações comportamentais, além de informações temporais relacionadas aos registros (data da observação). As análises envolveram comparações temporais das distribuições dos pontos no programa RStudio. Os resultados indicaram pequenos deslocamentos latitudinais ao longo do ano para todas as espécies investigadas. Adicionalmente, não foi observado uma orientação consistente nos deslocamentos feitos para todas as espécies estudadas. Os resultados parecem sugerir que o processo migratório nas espécies investigadas ocorre em uma escala menor, possivelmente relacionado a variações nas condições ambientais locais


Palavras-chave


Aves. Migração. Sazonalidade. Tyrannidae

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/pic.n1.2015.5465

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia