ANÁLISE E COMPARAÇÃO DAS TÉCNICAS DE ALONGAMENTO ESTÁTICO E POR INIBIÇÃO RECÍPROCA EM PRATICANTES DE MMA

Lucas Soares da Silva, Thallita Barbosa dos Santos, Marcio Oliveira

Resumo


Atualmente, o MMA (Mixed Martial Arts) é uma das modalidades esportivas que mais está crescendo e vem recrutando mais adeptos em nível mundial. Essa técnica exige um bom condicionamento físico de seus praticantes, sendo que a ocorrência de disfunções ou desarranjos musculares ou articulares é muito alta. Em decorrência desses aspectos, o alto índice de lesões é algo recorrente neste meio, onde os atletas sofrem grandes traumas e impactos durante as lutas e até mesmo durante os treinos, sabendo disso, pode-se traçar um perfil dos praticantes de MMA no que se diz respeito às características cinético-funcionais, como disfunções posturais, encurtamentos e falta de flexibilidade. Objetivo: O objetivo deste estudo foi de analisar e comparar o efeito das técnicas de alongamento estático e facilitação neuromuscular proprioceptiva no ganho de flexibilidade em atletas de alto rendimento de MMA.

Metodologia: O estudo consiste na análise e comparação de duas técnicas: alongamento estático e por inibição recíproca em praticantes de MMA, para o ganho de amplitude de movimento. Foram aplicadas duas técnicas em dois grupos distintos para analisar a efetividade de ambas as técnicas quando se trata de flexibilidade tanto em membros superiores como em membros inferiores. Onde o alongamento estático fundamenta-se basicamente na permanência mais de 30 segundos numa determinada posição pré-estabelecida e o alongamento por inibição recíproca é um método que promove e acelera a resposta dos mecanismos neuromusculares através da estimulação dos receptores do sistema nervoso. Baseia-se na utilização de movimentos e posturas com fins terapêuticos. Resultado: Houve uma melhora no ganho de amplitude de movimento, tanto de MMII quanto em MMSS, com a técnica de facilitação neuromuscular proprioceptiva onde os seus resultados foram mais satisfatórios se comparados à técnica de alongamento estático. Conclusão: Após a realização das técnicas, verificou-se maior ganho de ADM na técnica de alongamento por inibição recíproca, pois engloba uma associação neuromuscular que é essencial no ganho de flexibilidade e no aperfeiçoamento da postura e no gesto esportivo.


Palavras-chave


MMA; Inibição Recíproca; Alongamento Estático

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/pic.n1.2015.5453

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia