A QUALIDADE DE VIDA DOS CUIDADORES DE CRIANÇAS PORTADORAS DE SÍNDROME DE DOWN QUE FREQUENTAM A FISIOTERAPIA

Rafaela Simão de Carvalho, Alexandre Mascarenhas Ferreira, Valéria Sovat de Freitas Costa

Resumo


Crianças que nascem com Síndrome de Down se desenvolvem de forma mais lenta, ou seja, necessitam de cuidados maiores, a família que vive junto com a criança acaba tendo uma qualidade de vida afetada, mesmo não sendo o cuidador direto daquela criança, pois a mãe é quem apresenta a figura que desempenha maior o cuidado pela criança. A Fisioterapia pode colaborar especificamente para o desenvolvimento motor, ajudando-a se movimentar de maneira correta e no fortalecimento físico para as crianças e aos cuidadores pode oferecer melhora na qualidade de vida. O estudo apresenta uma pesquisa com intervenção fisioterápica com auriculoterapia em cuidadores de crianças portadoras de Síndrome de Down, que frequentavam a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais em Brasília e de forma aleatória nas dependências do UNICEUB. O objetivo foi avaliar a intervenção da Fisioterapia através da auriculoterapia na qualidade de vida. A Fisioterapia pode agir de diversas maneiras nestes casos, tanto no cuidador como na criança com Síndrome de Down, para alivio de dores e consequentemente mudando a qualidade de vida, para os cuidadores. A amostra foi dividida em dois grupos, grupo de crianças que frequentam a Fisioterapia e o grupo de crianças que não frequentam a Fisioterapia. Foi feito um levantamento sobre as condições de vida e dor, através de questionário próprio e o Questionário SF36. Posteriormente foi aplicado auriculoterapia nos cuidadores direcionado para as queixas relatadas nos questionários. A auriculoterapia exerceu uma influência positiva, nos dois grupos, tanto no grupo de crianças que frequentam a Fisioterapia, quanto no
grupo crianças que não frequentam a Fisioterapia. Os cuidadores das crianças que não frequentam a fisioterapia obtiveram melhores resultados. Foi possível perceber que há melhora na qualidade de vida dos cuidadores através da aplicação da auriculoterapia com uso de sementes de mostarda


Palavras-chave


Qualidade de vida. Síndrome de Down. Auriculoterapia

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/pic.n1.2015.5452

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia