ENERGIA SOLAR – SISTEMA TRANSIENTE DE ENERGIA SOLAR: ESTUDO DA UTILIZAÇÃO DE ENERGIA SOLAR PARA O ABASTECIMENTO DO PLANO PILOTO

Fernanda Magalhães Campos da Cunha, Renata Pereira De Macedo, Eugênia Cornils Monteiro Araújo

Resumo


A energia solar vem se mostrando como uma alternativa a utilização de energias produzidas através de combustíveis fósseis; dentre os fatores que conduzem a isso está a redução de impactos ambientais na sua geração. O Distrito Federal integra uma localização geográfica propícia para a produção de energia fotovoltaica por ser uma região de grandes altitudes e por não possuir longos períodos chuvosos; a Asa Norte foi escolhida por ser a região em que o Centro Universitário de Brasília está localizado. O objetivo dessa pesquisa foi compreender a eficiência da geração de energia fotovoltaica, assim como investigar a viabilidade do aproveitamento desta energia na região escolhida, na intenção de que uma unidade consumidora de eletricidade virtual possa ser sua unidade geradora. Foi selecionada virtualmente uma amostra de edifícios na Asa Norte; e suas dimensões, coordenadas geográficas e situação de disponibilidade para aproveitamento solar foram checadas. A atividade em campo foi realizada para confirmar os dados obtidos no software de simulação do Centro de Referência para Energia Solar e Eólica Sérgio Brito e as dimensões adquiridas através do Google Earth, e identificar também possíveis obstruções ou problemas relacionados à implantação de painéis fotovoltaicos na cobertura do edifício escolhido. Foram medidas, calculadas e analisadas taxas de incidência solar, assim como irradiação e as angulações de zênite e azimute, de modo a verificar a eficiência de produção energética com placas em posição e tamanhos padrões. Determinou-se que a produção de energia para o edifício estudado na Asa Norte seria de um valor compreendido entre 3.197 e 5.754 quilowatts-hora por ano, distribuídos em doze painéis, no edifício em questão. Também foram analisados virtualmente outros três prédios aleatórios na Asa Norte, onde foi observado que, em geral, possuem espaço disponível em suas coberturas e com baixos índices de obstrução dos raios solares, concluindo assim haver uma captação similar ao edifício estudado inicialmente. Em resumo, foi concluído que a Asa Norte possui áreas que podem ser adequadas para instalação de painéis fotovoltaicos, dados os resultados estudados neste trabalho, ficando sugerida assim a viabilidade de implantação desse sistema para redução dos custos e redução dos impactos ambientais.


Palavras-chave


Asa Norte. Eficiência energética. Painéis fotovoltaicos.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/pic.n1.2015.5389

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia