ANÁLISE DAS ENERGIAS DE EXECUÇÃO DE ESTACAS HÉLICE CONTÍNUA PARA CONFIABILIDADE DAS FUNDAÇÕES

Darym Júnior Ferrari de Campos, Luan Carlos de Sena Monteiro Ozelim

Resumo


Aliar a tecnologia, teoria e a pratica da engenharia é um dos principais desafios na engenharia de fundação moderna. Quando é considerada a execução de estacas tipos hélice continua, o próprio controle executivo de energia durante a fundação pode se mostrar como uma solução de redução de custo e aumento da produtividade. Esse controle pode também representar uma ferramenta importante para ajudar projetistas e engenheiros a adequar as realidades de campo e de projeto. Assim, após o projetista definir a profundidade de execução da fundação, pode ocorrer na prática de algumas estacas não se comportarem como se espera, assim como uma mudança significativa no maciço do solo de fundação ou até mesmo em apenas uma área específica do terreno. Definindo então uma energia de execução adequada, as estacas podem ser mais curtas (feitas para alcançar um determinado limite de energia), que afeta diretamente os custos e a produtividade. Esse valor de energia não deve ser somente definido, mas também capaz de estar relacionado com a capacidade de carga da estaca para tais medições. No presente trabalho, estudou-se um conjunto de 20 estacas com 3 diferentes diâmetros. Primeiramente, avaliou-se a energia total de execução das estacas. Posteriormente, uma relação entre a energia de execução e o ensaio de simples reconhecimento à percussão SPT. Finalmente a capacidade de carga se mostrou relacionada com a energia de execução, o que melhora a aplicabilidade da metodologia proposta. Tal proposição representa um avanço no controle informatizado da energia de execução e avaliação de desempenho de estacas tipo hélice contínua.

Palavras-chave


Controle por Energia; Estacas tipo Hélice Contínua; Sondagens SPT; Energia de Execução

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/pic.n1.2015.5381

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia