A mulher e o samba: a violência cantada

Ana Maria Martins Amorim

Resumo


O objetivo do deste texto é uma reflexão preliminar sobre o papel do samba na construção da representação da mulher na sociedade brasileira no século XX. Com a base em conceitos teóricos sobre gênero e letras de músicas que foram sucesso entre 1920 e início do século XXI, verifica-se a existência de um discurso, pelo qual se constrói um sentido e um destino social para as mulheres: a perda do corpo e da dignidade, a impossibilidade de usar criatividade e liberdade, o assujeitamento ao homem. O texto busca compreender como se constituem as representações do gênero feminino na sociedade brasileira a partir da maneira pela qual a mulher é tratada nessas composições musicais em relação à violência e à submissão.

Palavras-chave


samba, mulher, violência, submissão, Brasil.

Texto completo:

Texto Completo


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/pade.v2i1.1167

ISSN 1980-8887 (on-line) - e-mail: joelmarodriguess@gmail.com

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia