Promover justiça com perdão e alteridade: a proposta da justiça restaurativa

Raquel Tiveron

Resumo


A Justiça Restaurativa se apresenta como um novo paradigma de conceitualização do crime e de resposta da justiça. É um movimento que se centra com maior vigor no dano causado às vítimas e às comunidades do que nas leis vulneradas, diferentemente do que ocorre no sistema tradicional de justiça. Visa abordar o problema da criminalidade sob três aspectos: da justiça moral para as vítimas; de reincidência dos ofensores; e a participação da comunidade na recuperação do ofensor. Vai além da condenação e da punição e aborda as causas e as conseqüências das transgressões, por meio de formas que promovam a responsabilidade e a justiça com a restauração das relações dentro da comunidade.
Palavras-chave: Justiça restaurativa. Solução de conflitos. Alternativas ao modelo penal. Controle de condutas lesivas.

Texto completo:

Texto Completo


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/unijus.v1i0.865

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1519-9045 (impresso) - ISSN 1982-8268 (on-line) - e-mail: carolina.abreu@uniceub.br

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia