A contribuição metodológica de Max Weber para a pesquisa em ciências sociais

Marlon Tomazette

Resumo


Max Weber foi um dos principais responsáveis pela adoção de uma metodologia própria para as ciências sociais, uma metodologia que leva em conta o objeto particular das ciências sociais, as ações humanas. Dentro dessa concepção, ele contribui de modo fundamental pugnando o método compreensivo para as ciências sociais, pelo qual não se busca apenas a explicação do aspecto exterior do fenômeno observado, mas a compreensão de seu sentido profundo. Para se chegar a essa compreensão, é fundamental lançar mão de uma análise da realidade a partir de tipos ideais, que representam esquemas conceituais, nos quais são exacerbadas certas características do fenômeno concreto, para permitir a comparação com a realidade empírica de modo mais objetivo e científico. Em toda essa análise, há que se guardar um certo distanciamento em relação aos valores do pesquisador, a chamada neutralidade axiológica, que não deve ser entendida como total separação dos valores, uma vez que não há como fazer ciência, sem que essa prática esteja impregnada pelos valores do pesquisador.

Palavras-chave


MAX WEBER; METODOLOGIA; CIÊNCIAS SOCIAIS

Texto completo:

Íntegra do texto em pdf


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/unijus.v1i0.614

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1519-9045 (impresso) - ISSN 1982-8268 (on-line) - e-mail: carolina.abreu@uniceub.br

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia