Ativismo judicial e o problema metodológico da discricionariedade judicial para a formação de uma política criminal

Isaac Sabbá Guimarães

Resumo


este artigo pretende demonstrar as raízes do Ativismo Judicial brasileiro, como fenômeno proporcionado pela deturpada compreensão da aplicação dos princípios jusfundamentais, colocando em destaque, por um lado, sua incongruência com a ideia de Discricionariedade Judicial, por outro, a produção de uma irreal política criminal.

Palavras-chave


Ativismo Judicial; Discricionariedade; Política Criminal.

Texto completo:

Texto completo


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/unijus.v25i2.2833

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1519-9045 (impresso) - ISSN 1982-8268 (on-line) - e-mail: carolina.abreu@uniceub.br

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia