Globalização, Transnacionalidade e um novo marco conceitual de Soberania política e a necessidade de adequações jurídico-políticas da UNASUL

Isaac Sabbá Guimarães

Resumo


O presente artigo tem como preocupação central a contextualização da tensão conceitual – e prática – normalmente verificável nas relações entre os entes políticos na esfera do Direito Internacional Público, especialmente em face dos comandos político-jurídicos das organizações internacionais, constatando-se, no entanto, um seu abrandamento devido a emergência de fenômenos como a Globalização, a Transnacionalização, que impõem reorganização das relações internacionais, favorecendo, por exemplo, o aparecimento de associações de Estados. É com base nesta circum-stantia que se passa a questionar o procedimento de relações instaurado com a UNASUL.

Palavras-chave


Direito Internacional Público. Globalização. Transnacionalidade. Soberania. UNASUL.

Texto completo:

Texto completo


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/unijus.v24i3.2501

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1519-9045 (impresso) - ISSN 1982-8268 (on-line) - e-mail: carolina.abreu@uniceub.br

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia