Quanto vale, professor? Novas estratégias, velhas concepções de avaliação no ensino jurídico

Juliana Ferrari

Resumo


Este estudo se propôs a analisar, a partir dos planos de curso dos professores da Faculdade de Direito de Vitória (FDV), suas percepções sobre a avaliação das atividades chamadas Teoria-Prática. Estas atividades fazem parte do projeto institucional iniciado em 2003 e tem como objetivo fundamental favorecer o desenvolvimento de competências e habilidades necessárias para o bom desempenho profissional. Como resultado, tem-se que, apesar da inclusão das atividades nos planos de curso, ainda não se percebe valorização das mesmas pelos professores, o que sugere que a avaliação no ensino superior jurídico ainda tem como foco principal a apropriação de conteúdo apenas.

Texto completo:

Texto completo


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/unijus.v24i2.2366

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1519-9045 (impresso) - ISSN 1982-8268 (on-line) - e-mail: carolina.abreu@uniceub.br

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia