A educação sexual como fator de influência para o consumo de preservativos - doi: 10.5102/uc.v6i2.975

Guilherme Serra Santana, Tatyanna Castro Braga

Resumo


Este documento apresenta informações originárias de discussões sobre sexo, gravidez, preservativos, DST (Doenças Sexualmente Transmissíveis) e AIDS ( Acquired Immunodeficiency Syndrome) provenientes de dois grupos distintos – um de 20 a 25 anos – outro de 35 a 50 anos. Através disso, há um questionamento em relação à educação sexual recebida e, também, informada à população, confrontado com as atitudes das pessoas em suas relações amorosas, diante de um histórico secular de repressão sexual na sociedade.

Texto completo:

Texto Completo


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/uc.v5i2.975

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2175-7461 (impresso) - ISSN 2179-488X (on-line) - e-mail: joana.bicalho@uniceub.br

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia