O discurso da publicidade de moda - doi: 10.5102/uc.v6i2.730

Américo Braga Albuquerque, Úrsula Betina Diesel

Resumo


A presente pesquisa apresenta um estudo acerca da identificação do papel social desempenhado pela publicidade de moda enquanto sistema de comunicação. Determinou-se como objetivo identificar o discurso da publicidade de moda nas revistas femininas: Caras, Contigo! e Claudia, no período de outubro de 2007. O dispositivo teórico de análise foi a Análise de Discurso de linha francesa. A partir das análises foram definidos três níveis contextuais: o Macro-estrutural corresponde ao conceito de Sociedade de Consumo; o Institucional, à Moda de vestuário em si; e o Imediato compreende o processo de leitura do receptor da mensagem no âmbito das revistas analisadas. Identificados os níveis contextuais, pode-se definir o discurso referente à publicidade de moda como um emaranhado de significações que vão desde um manual de comportamento até uma vitrina do estilo de vida da sociedade contemporânea. Foram identificados interdiscursos como a teatralização da mensagem de moda a partir do uso de símbolos do imaginário coletivo (Barbie, Princesa, Símbolo sexual); por meio de ideologias sistematicamente escolhidas, e repetidas estação por estação, esse discurso publicita muito mais do que roupas, e sim estilos de vida pré-formatados que são intimamente ligados à noção de sociedade de consumo.

Texto completo:

Texto Completo


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/uc.v5i2.730

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2175-7461 (impresso) - ISSN 2179-488X (on-line) - e-mail: joana.bicalho@uniceub.br

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia