As matrizes filosóficas e sociológicas das Teorias da Comunicação - doi: 10.5102/uc.v6i2.715

Leandro da Rosa Marshall

Resumo


O trabalho busca fazer a genealogia das Teorias da Comunicação de Massa desenvolvidas no Século XX. A pretensão é buscar e identificar as origens filosóficas e sociológicas das principais teorias, relacionando, portanto, a trajetória genética epistemológica das idéias que marcaram o pensamento comunicacional e determinaram a formatação, sobretudo, das teorias crítica e funcionalista. O trabalho, desenvolvido por meio de pesquisa teórica e bibliográfica, busca estabelecer um quadro histórico coerente sobre a epistemologia das Teorias da Comunicação, apresentadas em muitas das obras contemporâneas sem a devida contextualização paradigmática original

Texto completo:

Texto Completo


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/uc.v5i2.715

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2175-7461 (impresso) - ISSN 2179-488X (on-line) - e-mail: joana.bicalho@uniceub.br

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia