Comunicação e gestão de crises: Uma análise do gerenciamento da Petrobras durante a Operação Lava Jato

Danilo Almeida Silva

Resumo


Este estudo objetiva identificar erros e acertos da Petrobras na comunicação durante a crise provocada pela Operação Lava Jato. Para tanto, escolheu-se o período 12 a 15 de dezembro de 2014, em que a imprensa divulgou denúncias nas quais a então presidente da estatal, Maria das Graças Foster, teria conhecimento do desvio de milhões de reais em diretorias da organização. Analisaram-se 30 matérias publicadas nos portais G1 e UOL. As conclusões foram comparadas com as informações divulgadas no Blog Fatos e Dados, da Petrobras. Desta forma, mediu-se o quanto o conteúdo e as informações divulgadas pela estatal influenciaram a cobertura da imprensa. Também objetivou-se identificar se a comunicação da empresa seguiu preceitos de autores sobre gerenciamento de crises. O resultado foi que, no período analisado, as ações de comunicação da Petrobras por meio do blog foram ineficientes para amenizar a crise.

Palavras-chave


Crise; Comunicação; Blog Fatos e Dados; Operação Lava Jato, Corrupção

Texto completo:

Texto completo


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/uc.v12i2.3486

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2175-7461 (impresso) - ISSN 2179-488X (on-line) - e-mail: joana.bicalho@uniceub.br

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia