Hibridismo contemporâneo: questões vertiginosas entre as artes visuais e a publicidade & propaganda

Flor Marlene Lopes, Pedro Lacerda

Resumo


Já não é de hoje que muitos pensadores, críticos e historiadores tratam com seriedade os rumos que a arte vem tomando nas últimas décadas. Seu desligamento com a história evolucionista do homem a permitiu ser livre, tendo, agora, seu próprio caminho. Em sua independência, entretanto, a arte não caminha só: encontra no pop, no mercado e na publicidade vários aliados que fazem jus ao períodos em que vivemos, o contemporâneo. As discussões aqui propostas buscam esclarecer rotas de um caminho altamente vertiginoso entre as artes visuais e a publicidade & propaganda, onde encontrar respostas, hoje, provavelmente não seja a melhor solução. E sim, talvez, aprender a moldar estas várias relações que, muitas vezes escorregadias, podem levar a arte à um caminho sem volta – se é que não já a levou.

Palavras-chave


Arte. Publicidade & Propaganda. Contemporâneo. Indústria Cultural. Pós-modernidade. PopArt

Texto completo:

Texto completo


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/uc.v12i1.3382

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2175-7461 (impresso) - ISSN 2179-488X (on-line) - e-mail: joana.bicalho@uniceub.br

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia