Construindo um referencial teórico-metodológico para entender os impérios midiáticos brasileiros

Henrique Tavares Moreira

Resumo


Este trabalho descreve o caminho percorrido pelo autor na busca de um referencial teórico-metodológico que dê sustentação a uma pesquisa de Doutorado cujo objeto é a relação entre as estratégias políticas e econômicas dos dois principais impérios midiáticos brasileiros (Diários Associados e Organizações Globo), seus discursos jornalísticos e suas escolhas editoriais. Nesse percurso, o artigo revê as principais questões acerca da formação de um campo específico do conhecimento relacionado à Comunicação e as dificuldades na construção de uma epistemologia que abrigue a Comunicação como disciplina. Propõe ainda utilizar como referencial teórico os conceitos formulados por Max Weber no que diz respeito a uma sociologia da imprensa e a abordagem metodológica de “Tipo Ideal”. O artigo propõe, ainda, apoiar teoricamente a pesquisa nos postulados contidos na disciplina “economia das mídias”, principalmente naqueles defendidas por Augey e Rebillard. A expectativa é de que a pesquisa venha a contribuir para que se aprofunde o conhecimento a respeito dos meios de comunicação e também sua ação no âmbito da história política e social brasileira

Palavras-chave


Sociologia do Jornalismo, Economia Midiática, Tipo Ideal, História do Jornalismo

Texto completo:

Texto completo


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/uc.v10i1.2039

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2175-7461 (impresso) - ISSN 2179-488X (on-line) - e-mail: joana.bicalho@uniceub.br

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia