Um estereótipo feminino: estudo sobre o consumo de músicas de estilo rap por jovens do sexo feminino - DOI:10.5102/uc.v8i1.1321

Aline Chaiane Vogt

Resumo


Neste artigo, busca-se analisar o processo de consumo de músicas da banda gaúcha Comunidade Nin Jitsu, através de 6 entrevistas em profundidade realizadas com jovens mulheres do Noroeste do Rio Grande do Sul, pertencentes à faixa etária dos 14 e 20 anos. A pesquisa utiliza como base os pressupostos teóricos dos estudos culturais latino-americanos, entre os quais se destaca o trabalho de García-Canclini (2006), além dos estudos da pesquisadora gaúcha Ronsini (2007) focados no consumo de músicas por jovens do Rio Grande do Sul. Segundo dados obtidos, é possível perceber que os grupos a que as entrevistadas pertencem organizam-se em torno do consumo e não se apegam, exclusivamente, a uma determinada banda ou estilo musical. Também foi possível perceber que o consumo das músicas da Comunidade Nin Jitsu dá, às jovens, a possibilidade de incorporar valores criticados em seu grupo social.

Palavras-chave


música; consumo; mídia; sentidos; Comunidade Nin Jitsu.

Texto completo:

Texto Completo


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/uc.v8i1.1321

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2175-7461 (impresso) - ISSN 2179-488X (on-line) - e-mail: joana.bicalho@uniceub.br

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia