O papel do jornalismo no enfrentamento da violência sexual infanto-juvenil no Pará: uma análise das matérias sobre CPI da pedofilia publicadas no jornal O Liberal - DOI: 10.5102/uc.v7i2.1245

Soane Costa Guerreiro

Resumo


Este trabalho tem o propósito de analisar as possibilidades e os entraves que a visibilidade midiática pode evidenciar para a sociedade, considerando que o jornalismo tenha a capacidade de impulsionar o debate cívico e também o processo de prestação de contas das autoridades envolvidas em questões conflituosas, não apenas dando visibilidade ao discurso dos atores sociais. Será analisado também os trabalhos desenvolvidos pela Comissão Parlamentar de Inquérito do Pará, em 2009, criada para apurar casos de pedofilia no Estado, e os discursos das organizações e dos atores sociais que se expressaram sobre o assunto, para que dessa forma seja possível compreender quais são os obstáculos encontrados para que seja desenvolvido eficazmente o enfrentamento da violência sexual infanto-juvenil no Pará.

Palavras-chave


CPI da Pedofilia; infância e juventude; jornalismo;

Texto completo:

Texto Completo


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/uc.v7i2.1245

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2175-7461 (impresso) - ISSN 2179-488X (on-line) - e-mail: joana.bicalho@uniceub.br

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia